NOVA DOENÇA SEMELHANTE A LEISHMANIOSE, DESCOBERTA EM SERGIPE

Em Aracaju pesquisadores descobriram uma nova doença semelhante à leishmaniose, com sintomas mais graves e de tratamento mais difícil. São 150 casos até agora com duas mortes. A doença é transmitida por um parasita de uma nova espécie ainda sem nome, que não pertence ao gênero Leishmania (que por sua vez é o protozoário causador da leishmaniose, transmitido pelo mosquito-palha). Essa nova espécie é capaz de infectar humanos e camundongos, e segundo Roque Almeida, da USF, um novo parasita explicaria o motivo do crescente letalidade dos supostos casos de leishmaniose visceral no Brasil.


Rua Maria Braga Lima Dias,120,

Alto dos Cajueiros - Macaé - RJ

CEP: 27915-220

© Todos os direitos Reservados. Desenvolvido por 3d Comunicação e Marketing